Sobre A Sexta Feira Santa

Minha mãe dizia que a Sexta Feira Santa era um dia de silêncio, pois devíamos respeitar o sofrimento de Jesus.
Minha avó Latife, mãe do meu pai, eu nem a conheci mas conheço suas histórias e principalmente seu lado religioso, dizia que a Sexta Feira Santa era um dia de sacrificar o corpo, pois assim estaríamos vivendo um pouquinho do sofrimento de Jesus.
Engraçado, como nossos antepassados deixam verdadeiras heranças espirituais para nós.
Tenho um pouco da minha mãe, e um pouco da minha avó. Escolho fazer pequenas tarefas neste dia, mas gosto de estar em silêncio e refletir sobre a minha vida, meu comportamento, minhas palavras.
Penso o quanto ainda sou pequena diante da grandeza de Jesus, que fez o maior de todos os sacrifícios.
E não me venham dizer que Ele não sofreu, sofreu sim, pois Jesus era um homem comum, humano como nós, apenas foi “escolhido” e acreditou tanto e amou tanto que se entregou totalmente à missão que lhe foi confiada.
Na cruz Ele se sentiu sozinho, Ele pediu ao Pai que o livrasse disso, mas que fizesse a vontade Dele.
Isto para mim prova a humanidade de Jesus, o quanto Ele tinha de homem, mas o que Ele tinha de amor era muito maior.
Ele amou de um jeito que ainda precisamos aprender. Ele amou de dentro para fora e não de fora para dentro que é o que fazemos.
Jesus não buscou seus próprios interesses em suas ações, buscou cumprir a vontade do Pai e salvar a humanidade.
Só posso dizer uma coisa, Gratidão!!!
Beijo grande a todos, uma ótima Páscoa.

Denise Felipe Antonio

Anúncios

Sobre denisefelipe

Trabalho com moda, escrevo no site da loja peteteca.com.br, e tenho um espaço no blog leticiadias.bog.br. Estou aqui porque gosto de escrever sobre vários assuntos. Sou eclética e quero dividir algumas coisas com vocês.
Esse post foi publicado em Minhas Histórias e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Sobre A Sexta Feira Santa

  1. regina aziz disse:

    Denise, emocionante sua observação, também sigo meus antepassados, vó Dolores, meus pais, que tanto me ensinou , e procuro passar aos meus filhos e netas. gostei muito de saber esse seu lado carinhoso com avós um grande beijo

    • denisefelipe disse:

      Regina querida, saudades. Eu acho que somos os mesmos e vivemos como nossos pais…..tivemos sorte de vir nessa familia linda , e laços de sangue é algo muito misterioso, a gente ama mesmo sem conhecer, não conheci minhas avós, mas sinto imenso carinho e gratidão por elas ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s